13 Dicas para Acalmar o Bebê (0 a 3 Meses), Testei com o Daniel e Aprovei!

É meus amigos… Nada fácil esta tarefa! Rsss

Mas vim aqui contar a vocês que existem “macetes” que podemos usar para nos auxiliar neste momento tenso! Que é quando o bebê choraa… chora… E nada do que fazemos parece adiantar.

Algumas vezes dá vontade até de chorar junto com eles. Quem nunca? Eu até já chorei.

Só que o desespero atrapalha nestas horas. O ideal é manter a calma, e buscar alternativas que darão certo. Acredite! Tudo tem um jeito.

Vou contar um pouco a vocês sobre como faço quando o Daniel chora…

Chorou! E agora?

1º- A cada término de uma mamada, marco o horário e quando ele chora primeiramente dou uma averiguada no relógio para saber quanto tempo se passaram após a última amamentação. Sei que o correto é nem marcar hora e oferecer o peito em livre demanda. Mas, acontece que algumas vezes ele chora, em primeiro lugar ofereço o peito, e ele não quer. Para que eu fique tranquila e segura de que fome não é, sabendo que há 1 hora atrás ele mamou, posso logo ir testando outras alternativas para acalmá-lo.

Muitas vezes pode ser que esteja engasgado com leite na garganta, e alguns tapinhas leves nas costas resolvem. Muitas vezes também pode ser cólica, ou apenas querendo colo, passear pela casa, trocar a fralda, enfim. Por isto, sabendo a hora da última mamada, fica mais fácil tomar estas decisões.

Geralmente quando amamentei há apenas 1 hora atrás, não ofereço o peito como primeira opção. Pois, sempre que ofereço, passam 5 minutos, e ele vomita tudo! Vomita muito e chora mais ainda por estar engasgado.

Por isto é importante ter um certo “controle” dos horários. Isto não quer dizer que estaremos regulando o peito. Não! Quer dizer que ficará mais fácil entender a cada momento em que o bebê chora e tomarmos a decisão certa para acalmá-lo. Assim teremos mais conhecimento da rotina.

2º- Verifiquei o horário do último mama, e não era peito que o bebê queria? Então pego ele com todo o amor no colo, e vou caminhar pela casa balançando levemente e dando leves tapinhas nas costas. Deixe o bebê um pouco inclinado.

O caminhar pela casa, já faz com que ele se acalme. Pois os passos vem acompanhados de leves pulinhos decorrentes do andar mesmo, bem natural e leve, que já é o suficiente. Sem necessidade de um embalo forte. Mais abaixo faço um alerta sobre estes embalos fortes que no desespero algumas vezes alguns acabam fazendo;

Dica: Caso ele não demonstre estar engasgado, dê tapinhas leves no bumbum quase como um carinho e continue andando… Estas leves palmadinhas no bumbum quase sempre ajudam o Daniel aqui a dormir… Ele adora.

3º- Andar pela casa, e tapinhas não resolveram? Há quanto tempo a fralda foi trocada? Se tiver algumas horas sem que fez a troca da fralda, vá ao trocador e verifique se está havendo a necessidade, estar com a fralda suja incomoda os pequenos e também pode ser um dos motivos do choro;

4º- Não estava engasgado, não era mama, não era a fralda suja, e agora? Pode ser que a barriguinha esteja doendo. Verifique com o seu pediatra se pode dar algo para acalmar a dor. Costumo dar homeopatia para o Daniel, “Complexo de cólica infantil”, que a pediatra dele indicou e já fiz um post aqui pra vocês. Recomendo consultar um pediatra homeopata se tiverem interesse em não dar medicamentos mais fortes aos amores de vocês. Por aqui a homeopatia tem ajudado muitoooo! Recomendo;

5º- Ainda sobre a cólica… Caso vocês sejam como eu, e não gostam de dar muita medicação aos pequenos, além da homeopatia, o que ajuda muito a acalmar a dor é manter eles relaxados. Para relaxar e acalmar, experimente fazer compressa na barriguinha com fralda aquecida. Para aquecer a fralda, passo um ferro quente e testo para ver se está apropriado para colocar no bebê, se a temperatura estiver em um aquecimento que não machuque, vou passando o ferro na fralda de pano e colocando em seguida o tecido morninho na barriguinha para manter quentinho e isto ajudará a aliviar a dor.

Ahh! E para cólicas ainda… A Famosa “bicicletinha”! O Daniel já chegou até a dormir enquanto eu fazia nele. Para quem não conhece este método, vou explicar. Segure nas perninhas, e faça movimentos para cima (Em direção ao peito), e para baixo (Em direção a base) com elas levemente. Sempre com delicadeza é claro.

Outro método que ajuda muito! É colocar o bebê de barriga com barriga com você ou com o papai. Isto ajuda a aquecer a barriguinha dele, e acalma a dor. Geralmente colocava mais na barriga do meu marido do que na minha. Ele adorava;

6º- Outra opção para acalmar e que super utilizo aqui, são os aplicativos! Os aplicativos servem para todas as horas! Quando o bebê se assusta com algo e chora, quando levamos ao pediatra e tiramos a roupinha e eles choram… No banho….Quando damos vacina, quando precisamos nos arrumar para sair e o bebê quer simplesmente colo e colo, e precisamos agilizar as coisas para sairmos de casa, quando mamãe precisa ir ao banheiro e ele chora que quer colo, enfim! Para muitas situações os aplicativos ajudam demais! Podem testar esta opção tranquilamente! Pois, caso o bebê esteja chorando por fome por exemplo, fique sossegado que ele continuará a berrar e esta opção não irá resolver mesmo. Rsss Então não se preocupe pensando…”Se eu usar estes métodos para acalmar, pode ser que engane a fome dele e ele esqueça que tenha que mamar” Não! Jamais. Quando eles querem peito, é só peito que resolve. Eles são expertos e sabem pedir muito bem! Rssss

Falei e falei dos aplicativos, e não disse quais são e como funcionam!

Bom, são aplicativos que emitem diversos barulhos. Som de secador de cabelo, carro, aquele famoso Shhhhh… O Chiado que funciona perfeitamente em recém-nascidos, barulho de pessoas fazendo compras em supermercado… Iiiihhhh uma variedade enorme de barulhos!

O Chiado “Shh….” Podemos fazer com a boca mesmo. Mas, algumas vezes estamos exaustos e ficamos pensando…”Bom seria um chiado deste no automático” Hahaha

Uma Dica Importante! O Chiado como disse, é muito eficaz com recém-nascidos. Mas, a partir dos 2 meses, ele não funciona muito bem mais. A Sugestão é alternar os outros barulhos. Por exemplo, colocou o barulho de carro para ele ouvir? Após alguns minutos se ele enjoar e começar a chorar novamente, troque o barulho e coloque de secador de cabelo por exemplo. Caso não funcione, vá testando outras alternativas. Experimente o barulho do mar, e o restante que encontrar na lista de reprodução. Algum  destes dará certo. São exigentes não? Hahaha

E caso barulho algum de certo mais, volte as opções aqui acima! Pois o choro já deverá ter outros motivos.

Lembrando que cada bebê é único. Pode ser que alguns prefiram certos sons, e outros gostem de opções diferentes. Vá testando até notar qual dos barulhos o seu curte mais. Rss

Quais aplicativos indico?

Hoje, o Daniel está com 4 meses e não uso mais. Mas nesta fase incicial usei muito o Aplicativo “Sound Sleeper”. Este tem barulho de secador de cabelo, do chiado, supermercado, mar, natureza… E outras opções. Adoro.

Nem vou indicar outros. Pois ao final das contas este foi o único que acabei usando mesmo. Baixei outras opções e aprovei este. Acabei excluindo os demais, e no desespero, corria abrir o “Sound” pra ligar os barulhinhos pro Dani.

Ah! Um detalhe importante! Não deixem o celular próximo demais aos ouvidinhos deles. Deixe meio longe, não há necessidade. Além de tudo, pode fazer mal grudar o aparelho no ouvido dos bebês. De longe já acalmará.

Outra questão importante a se falar aqui, é que ouvi algumas mães por aí com medo dos filhos viciarem neste apliticativo de sons. Olhem, usei muito com o Dani, e ele não viciou. Acabei usando 1 mês mesmo, e logo que conheci a Galinha Pintadinha, nunca mais precisei do “Sound”. Tudo é uma questão de bom senso de tudo. Não precisa ligar o chiado por exemplo de manhã e desligar só a tarde. Hahahah Usem até acalmar. Acalmou? Desligue e pronto. E ele dormirá no silêncio bom, ou com o barulho natural do ambiente em que estiver. #BomSenso

7º- Outra opção muiiitooo boa, ótima, maravilhosa!!! É colocar eles na cadeirinha do carro, e levá-los para passear! Isto mesmo! Os bebês geralmente amam passear de carro. Acredito que deve ser os pulinhos que dão no passeio. Rsss O Daniel até dorme! Engraçado né?

8º- Ahhh! E Itens que ajudammmmm super! Brinquedos como Chacoalho, e demais que emitem som, possuem cores, eles amam! Ficam curiosos observando, dão até risadas gostosas.

O Daniel é apaixonado até hoje em um chacoalho que temos aqui. Até quando vamos levar ele para vacinar, este brinquedo vai junto. Quando a vacina é aplicada, ele fica todo vermelho, chora 1 segundo e pronto. Logo para, e ri horrores porque ficamos ao mesmo tempo chacoalhando este brinquedo pra ele. Acalma que é uma beleza.

Os brinquedos preferidos do Daniel e que indico para esta fase são: Chacoalho, móbile colorido e com barulhinhos, ah! E ele tem um ursinho musical que ama muito. É um ursinho que tem uma corda para puxar. Puxo sempre para tocar a musiquinha para ele enquanto o troco, e claro, a cadeirinha de balanço é o xodó dele e minha baba. Hehehe

9º- Já tentou dar chupeta? Nem vou insistir. Os pediatras são contra! E com toda a razão. Já fiz um post sobre os benefícios e malefícios de se usar a chupeta aqui. Eu resolvi dar depois que passou o primeiro mês e não me arrependo. Rsss Ajuda a relaxar o bebê, e as vezes eles até dormem sozinhos só pelo fato de estarem com ela na boca.

10º- Frio ou Calor? Algumas vezes os bebês choram porque estão com frio, ou com calor. Use o bom senso e se for calor (Ele estiver suado por exemplo), retire um pouco de roupas.

Quando o Daniel nasceu, muitos me diziam: “Os bebês sentem mais frio, eles sentem frio”

E por mais que o clima estivesse quente, as pessoas costumavam me alertar: “Para eles mesmo assim sentem mais frio do que nós”

Até que um dia resolvi conversar com a Pediatra sobre este assunto e perguntei sobre esta situação…

Adivinhem??? Mito!

Os bebês sentem o mesmo que nós. Se está calor, eles provavelmente querem roupas mais fresquinhas e “peladinhas”… Se não vão morrer de calor.

Se está frio, aí sim devemos agasalhar.

Nossa! Com tantos palpites, eu acabava colocando nele roupas com manguinhas mesmo no calor. Com medo do que diziam.

Quando soube da verdade, desencanei. (Claro repito, sempre bom senso é bom!)

Quando se trata do frio… E eles choram por isto, para os bebês recém-nascidos, de 1 mês, até 2… o “Charuto” costuma funcionar muito!

Verifico as mãos do bebê, os pés, e se estiver gelado ele está com frio com certeza. Além de colocarmos mais roupas, neste caso podemos fazer o “charuto”.

O Charuto, faz com que eles se lembrem de quando estavam no útero. Se sentem protegidos. Fazer ele com o barulho “Shhhh” então, sem dúvidas traz um relaxamento e podem acabar até dormindo.

Como fazer o Charuto com uma manta…

charuto

11º- Vale a pena adquirir a Cadeirinha de balanço! Esta cadeira nos 2 meses do Daniel, foi difícil a adaptação. Com 2 meses eles são muito novinhos ainda para entender que ali é divertido ficar. Mesmo assim, comecei a colocar o Daniel nesta cadeira com 2 meses. Colocava, ele começava a chorar e eu brincava com ele na cadeira, mostrando que mamãe estava ali, junto com ele. E que ali podia chacoalhar os brinquedos pra ele, e ele começou  a rir, sentir prazer em estar ali. Quase com 3 meses nesta insistência, brincando com ele ali, consegui deixar ele sozinho nela. Digo sozinho sem ter que estar brincando o tempo todo com ele para que se adaptasse. Pois claro que permaneci na vigilância observando ele. Mas, assistindo televisão com ele quietinho nela, malhando com ele ao meu lado, trabalhando, e outros afazeres em que ele podia ficar nela e foi maravilhoso. Costumo dizer que esta cadeira é minha baba. Hahaha Ele hoje se diverte muito nela. Coloco e já começa a se “arreganhar” com gargalhadas. Rssss Tudo é uma questão de paciência para que passe por esta adaptação. No começo, com 2 meses quando ele chorava e brincar com ele ali não resolvia, claro que eu pegava ele e dava todo carinho. Assim, passamos segurança e aos poucos eles vão entendendo que se chamar por mamãe, ela ainda atenderá mesmo que ele esteja ali.

Daniel na Cadeirinha quando estava com 2 meses…

img_0877-2

12º- Ligue um desenho, desenhos musicais principalmente. Um exemplo é a famosa “Galinha Pintadinha”. O Daniel é fã desta galinha! Rssss… A Galinha é minha outra baba. Coloco ele todos os dias na cadeira dele, ligo a galinha e pronto! Posso cozinhar, trabalhar, malhar, tudo. Até que ele chore, me chame, e eu o pego para amamentar, dar colo quando ele quer, enfim. Mas, consigo por um bom tempo fazer minhas coisas com ele ali se entretendo. Claro, sempre faço tudo no mesmo ambiente que ele está. Observando, e de olho.

13º- Cantar… Cante para ele. No começo levava o Daniel para um ambiente tranquilo quando estava bravo, chorando, e não eram nenhuma das alternativas aqui acima que o incomodavam. Apagava a luz, e começava a cantar pra ele andando pelo quarto. Dormia! Voz da mamãe é a melhor do mundo.

Estou esquecendo de algo? Acho que consegui compartilhar tudo com vocês. Ou pelo menos as coisas mais importantes e eficazes.

IMPORTANTE: Tomem cuidado para não chacoalhar muito forte o bebê! Não fiquem chacoalhando de forma em que a cabecinha dele balance para frente e para trás de forma violenta. Balancem o bebê com carinho, respirem fundo e tenham calma. Sei que é um teste de paciência, um teste emocional… Nenhum pai e nenhuma mãe gostam de ver seus filhos sofrendo, ainda mais nesta fase em que não sabemos o motivo do choro, e ficamos desesperados querendo resolver o problema deles.

Mas saibam que chacoalhar o bebê muito forte pode causar sérios danos ao cérebro e a saúde do nosso amorzinho. Conversem sobre este assunto no próximo encontro com o pediatra e entendam os malefícios.

Calma… Calma… E Calma… Rssss…

Esta fase vai passar.

OUTRO FATO IMPORTANTE: Sou totalmente contra deixar o bebê chorando sozinho! Conheço muitas pessoas que praticam este método. Mas, não concordo. O Bebê esteve 9 meses dentro do útero, e aqui fora é comum que ele se sinta inseguro. Deixar o pequeno chorando, quando ele mais precisa de você, passa a ele insegurança, e o sentimento de que ele é sozinho.

Esteja com ele, pegue ele, ame ele, ou até mesmo chore junto com ele. Mas não o abandone nesta fase. Ainda mais quando estiver em “prantos”.

Caso esteja no seu limite, depressivo, ou sei lá o seu motivo para querer fazer isto. Chame ajuda! Converse com os avós, os tios, peça um help.

Alguns pediatras até recomendam fazer isto. Deixar chorando. Mas, outros pediatras já não aprovam esta atitude, e pesquisas também revelam que isto pode trazer futuros transtornos de ansiedade ou outros problemas psicológicos. Acredite! Eles sentem.

Por isto falo que ter filho, é se doar! Se quer ter um filho, programe-se e se conscientize de que uma boa parte de seu tempo, será toda para ele. Você esta disposto a isto?

Caso contrário, não recomendo.

É doação, amor, tudo fica voltado ao pequeno… Claro que podemos ter uma babá, ajuda dos familiares. Mas, a mãe é a mãe, e o pai é o pai. Não adianta.

E Vamos combinar? Filho é tudo de bom! Ter um filho é cansativo principalmente neste início. Mas, tudo faz valer a pena! O sorriso lindo que ganhamos deles todos os dias, o carinho, o cheirinho… Nos renovam em vida!

Espero ter ajudado vocês com estas dicas, e contribuído com todo o amor o que tenho passado.

Estas opções acima, não são para serem seguidas na ordem em que descrevi. Ok? Usem o bom senso. E Vão testando as alternativas da maneira que acharem melhor. Os pais são vocês! E cada criança é única. Assim como cada família também! Desenvolva as práticas para acalmar da sua maneira.

Gostaram?

Esqueci de algum macete? Contem aqui nos comentários! Estes que passei a vocês hoje, me ajudaram muito desde o começo até hoje! 😉

Beijos,

Pri

COMENTE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s